domingo, 11 de novembro de 2007

Afinal o que querem?


O diário digital escreve:
«Deputado do PSD-M defende independência da Madeira». Bom, este tipo de comentários, cheios de convicção, parecem patetices e, à primeira vista, deviam ser ignorados. Contudo, não foi qualquer um que disse: foi um deputado do PSD e Presidente de uma Associação, onde AJJ é sócio nº 1. Por isso era bom que tivessem consciência do lume que andam a mexer. Estão a pedi-las e parece que o contexto até pode ser muito oportuno para isso. Deixem-se de tontices inconsequentes e vão direitos ao assunto...

Caso esta observação do deputado de S. Vicente não faça sentido para o PSD e para AJJ então ponham o homem na ordem e parem de insinuar o que sabem que é um disparate sem limites...

2 comentários:

amsf disse...

O portuguesismo do Luis Filipe Malheiro.

Não sendo a Madeira viável a nível económico-financeiro devemos demonstrar os nosso patriotismo sentado-nos à mesa do OE e exigindo cada vez mais com o descaramento de afirmarmos que estamos dispostos a ser solidários com a nação neste tempo de vacas magras. Solidários em palavras pois não admitimos receber menos um tostão do que recebiamos no ano anterior.
Conclusão: perante a descoberta de ouro, petróleo ou diamantes na Madeira lá ia todo o portuguesismo às favas, não fossem os "cubanos" quererem que partilhassemos com eles essa hipotética fortuna.
Com "patriotas" destes têm os "cubanos" todas as razões para pensarem que os portugueses do atlântico são todos uns parasitas!

Alexandro Pestana disse...

Ta tudo doido no PSD-M! Aquele deve ter levado uma pancada na cabeça quando andava na flama... lol