sexta-feira, 26 de outubro de 2007

Tem de ser assim

Junto parte da noticia do DN Madeira de hoje reltivamente à conferência de imprensa de JCG. Realmente nesta matéria não pode haver "paninhos quentes".

"Gouveia disse que "quando este garante que vai processar os dirigentes regionais e todos os madeirenses que, publicamente, denunciem o flagelo social e económico da corrupção, desafiamos o presidente do PSD que, em primeiro lugar, acuse junto do Ministério Público" três personalidades ligados ao seu partido.E enumerou: "O vice-presidente do Governo Regional, João Cunha e Silva, que publicamente disse que o presidente da Câmara Municipal do Funchal fazia 'negociatas'; o antigo presidente da Assembleia Legislativa e militante do PSD, Emanuel Rodrigues, que disse que a corrupção é tão grande na Madeira que é necessário construir uma cadeia nova, caso houvesse na Região uma 'operação mãos limpas' e de combate efectivo à corrupção; e Raimundo Quintal que, publicamente, afirmou de forma metafórica, que havia 'formiga branca' na CMF".E acusa, ainda, Jardim de "querer subverter a ordem pública e constitucional, enquanto visado é o grande responsável político por aquilo que se passa cá, dá instruções ao parlamento regional para que levante a imunidade aos parlamentares", acrescentando que o governante e dirigente social-democrata "inverte os papéis, quando ele é que deveria ser fiscalizado por ter funções executivas, fazendo-se de senhor absoluto e dono da Madeira".

1 comentário:

Joao Madeira disse...

Agora só faz falta analisar e denunciar os negociões (o termo existe?)porque são dum nível muito superior aos da CMF do sr. Silva, Vice Presidente do GR.
1º Esclarecer os seus negócios nos portos....só milhões (sem euro).
2º Esclarecer os Negociões através da "sua" sociedade de advogados a SMS com ligações a off-shores (talvez caimão via banif)
3º Esclarecer aquela compra dum terrenozinho por 40 mil contos em dinheirinho vivo, para os lados do lido????.