quinta-feira, 25 de outubro de 2007

João Carlos Gouveia




Esta é a entrevista de João Carlos Gouveia (JCG) no DN Nacional de ontem: http://dn.sapo.pt/2007/10/24/nacional/o_poder_estado_e_cada_mais_fraco.html. A minha opinião é clara: não vejo mal nenhum. Além disso, nem sou o único a ter esta posição. Veja-se o que diz Vital Moreira. Mais, parece evidente que a relação do PS Madeira com Sócrates tem uma nova era: uma fase em que o PS Madeira deve impor a sua própria agenda e exigir solidariedade para os objectivos que persegue. Isto não é uma critica ao passado. É apenas aprender com ele. É óbvio que nunca tivemos, nem temos, condições para fazer política num clima adequado e com igualdade de oportunidades. O regime que está montado impede-nos que assim aconteça (já o disse mais do que uma vez). Mas o desafio está lançado. JCG colocou a fasquia lá no alto: ultrapassar as deficiências estruturantes que impedem que se coloque no terreno uma estratégia de governação alternativa, parece ser o primeiro desafio desta liderança. Se assim for eu estou totalmente de acordo. Sócrates tem dois caminhos ou entende a mensagem sendo por isso consequente ou não e...

3 comentários:

Alexandro Pestana disse...

Esta entrevista está simplesmente estrondosa! É mesmo aquilo que muitos Madeirenses opinan! AJJ que se prepare porque nunca teve um líder da oposição assim antes!

Pinheiros disse...

é um passo significativo no sentido de correcção dos desvios democráticos de Alberto João Jardim. Mas vai esbarrar na sociedade. Não existe uma parcela significativa da populção descontente... Ainda !

Anónimo disse...

João Carlos Gouveia está a tornar-se um líder a sério e sério, como o PS-M nunca teve.
É bom que continue. Com o desatino que está a causar, com o alvoroço que se vê na praça com a questão da entrevistas do Leandro ao sr. Procurador geral ...ainda vão acontecer alguns ataques cardíacos....