terça-feira, 21 de outubro de 2008

Afinal quem é que tem soluções para os Madeirenses?

É verdade, o grupo parlamentar está a estudar soluções que resolvam a vida dos madeirenses. Essas soluções são exequíveis. Agora digam quem não tem projecto, quem não tem ideias, quem não tem soluções. Ainda hoje no parlamento o PSD votou contra duas propostas relevantes e determinantes para o futuro da Madeira: em primeiro lugar uma análise séria do desenvolvimento da Madeira e, em segundo lugar, mas não menos importante, a solução para o "estoiro" das sociedades de desenvolvimento.
Fica em baixo a noticia do DN Madeira sobre o trabalho em curso do grupo parlamentar do PS Madeira:

"O grupo parlamentar do Partido Socialista vai apresentar um proposta tendo em vista a criação de uma tributação especial sobre os lucros das concessionárias do Governo como, por exemplo, SDM, Vialitoral, Via Madeira e Viaexpresso.

A ideia, segundo explica Victor Freitas, é avançar com "uma proposta (clara e objectiva) que vá no sentido de criar um pacote financeiro, com o objectivo de criar e implementar medidas concretas de amortecimento da crise que o PSD criou". Esta abordagem, acrescenta, "será efectuada através de parte dos lucros excessivos das ditas concessões e monopólios administrativos, sem prejudicar o funcionamento do mercado, mas antes devolvendo-lhe alguma racionalidade, dado ser o orçamento e os madeirenses que têm financiado alguns destes negócios".

Victor Freitas justifica esta medida com o facto de nas últimas décadas terem sido adoptadas "opções de política económica, onde predomina um endividamento exagerado com investimentos sem prioridade ou de prioridade secundária". Isso, diz, "criou um pequeno grupo de interesses privados, próximos do regime, que debaixo de uma lógica interesseira e prejudicial para a RAM criou concessões que em alguns casos são monopólios administrativos e noutros são meros beneficiários de soluções engendradas que penalizam o interesse público e que delapidam parte significativa do Orçamento Regional".

O resultado desta opção foi a criação de "uma sociedade onde a pobreza aumenta, a descriminação e exclusão social ganha terreno e a classe média passa por dificuldades, em virtude de compromissos intoleráveis do Governo do PSD desvirtuando o mercado e prejudicando empresas e populações".

No entender do PS só existe uma solução para ultrapassar este estado de coisas, e isso passa pela tributação dos lucros excessivos das concessionárias, permitindo assim uma distribuição mais equitativa da riqueza gerada na Região. "É do mais elementar bom senso, sentido de justiça e responsabilidade que os governos tenham políticas capazes de distribuir de forma adequada os rendimentos gerados", diz o líder parlamentar do PS, o qual acusa o PSD de "total desinteresse pela 'coisa pública' dado que eles são manifestamente exagerados face ao serviço prestado".
fonte: DN Madeira

1 comentário:

Duarte Gouveia disse...

Caro Carlos Pereira,

Se não for pedir demais, gostava que o meu blog remodelado fosse alterado na lista de blogs.
Agora chama-se:
www.duarte-gouveia.info

Com os melhores cumprimentos,

Duarte Gouveia