sexta-feira, 17 de outubro de 2008

Os madeirenses estão conformados?

O que verdadeiramente me desaponta na comunicação social é a tentação, (não sei bem porquê se por preguiça, por incapacidade, por dificuldade de análise, por pressão do regime,...ou de tudo isto!) de ir atrás da mesma orientação de comunicação que AJJ.
Vou explicar melhor. Este Presidente do PSD que usa a sua falta de educação para denegrir a imagem de todos, sem qualquer pudor, tem dito que o orçamento de estado é mau. Ora, de repente, sem ninguém olhar de forma séria para o orçamento, esta parece ser a única verdade do OE 2009. Mas não é.
Na realidade o OE 2009 é muito bom para a Madeira, como é aliás para o Continente. Trata bem de quase todos: famílias, empresas, funcionários públicos, etc...É opinião geral de estarmos perante um dos orçamentos mais expansionistas dos últimos tempos.
Mais importante: É este OE que obriga AJJ a melhorar as condições das famílias e das empresas da Madeira: a baixa de IRC proposta pelo governo do PS será implementada na Madeira, quer Ventura Garcês queira, quer não queira; os apoios ao pagamento dos créditos à habitação terão reflexo na Madeira, quer AJJ queira quer não queira; o aumento das deduções de IRS de determinados produtos, fazendo baixar este imposto, terá reflexo na Madeira, quer Ventura Garcês queira, quer não queira...E por aí fora. Sendo assim, o que os jornalistas ainda não quiseram ver é o que quer fazer (e o que tem feito) AJJ na Madeira? O que pensa fazer o Governo de AJJ para contribuir para a melhoria de vida dos madeirenses? Sim, é porque o contributo do PS, e de Sócrates, está bastante claro na OE 2009. As transferências são mais ou menos as mesmas e a famigerada redução (que todos querem lembrar como bode expiatório para o desastre governativo) representa 0,1% do orçamento regional. A dívida das sociedades de desenvolvimento representam a totalidade do Orçamento da RAM!? Na verdade, em termos de política madeirense, o vazio de projecto e a penúria nas soluções é notória e evidente. Só temos uma certeza: dívidas, mais dívidas, constrangimentos, mais constrangimentos, zero de apoios às famílias, zero de apoios às empresas, zero de medidas para diversificação da economia...
No fundo o balanço é francamente positivo para a república e fortemente negativo para a governação regional. Importa quase perguntar o que ganhamos com um governo próprio? Ainda por cima um governo que se recusa a diminuir os impostos, a apoiar as empresas,...
A comunicação social a não querer fazer esta comparação, ao evitar informar as pessoas da realidade, do desastre das contas públicas, do descalabro das opções de política económica, será cúmplice do futuro da Madeira.
Na verdade, AJJ tem razão os madeirenses estão conformados. Sabem que estão a ser enganados, roubados e mal governados mas conformam-se....

1 comentário:

Lilian disse...

Crônicas sobre os últimos acontecimentos políticos escritas de forma leve e sarcástica.

Mosaico de Lama:
www.mosaicodelama.blosgpot.com

Boa leitura!