segunda-feira, 29 de setembro de 2008

FRETE pouco inocente

Meu caro amigo já não é a primeira vez que a Senhora RTP M, como dizes e bem, uma criadinha do Governo do PSD faz uma notícia sem pés nem cabeça sobre o pagamento de dívidas a fornecedores da CMF.
Vamos aos factos. Em primeiro lugar era bom que a RTP M fosse capaz, de vez em quando, de se informar, com outros intervenientes ou, se preferir, com uma pequena investigação, qual é a verdadeira dívida da autarquia. Garanto-vos que esse dado daria mais credibilidade às vossas sucessivas noticias que procuram, vergonhosamente, dar a entender que a saúde financeira da autarquia do Funchal é recomendável. Ora a verdade é que não é. Uma autarquia com mais de 80 milhões de euros de dívidas tem um problema de gestão financeira grave. O problema só não é mais complicado porque os munícipes do Funchal pagam impostos, taxas e afins acima da média. Paradoxalmente, o Senhor Presidente Albuquerque, que escreve com um ódio e raiva sem limites sobre a pressão fiscal do governo socialista faz o mesmo, e ainda pior, aos seus munícipes. Bom mas é escudado falar de paradoxos porque nunca mais saíamos daqui. Continuando. Pagamos impostos municipais em excesso para financiar "loucuras" autárquicas de Albuquerque e, mesmo assim, a dívida persiste sem nenhum plano de saneamento à vista.
Em segundo lugar, o Programa Pagar a Tempo e Horas, que a Região ficou com mais de 80% (acabando com o endividamento zero estabelecido pela Manuela Ferreira Leite) foi criado pelo odiado Governo Socialista que transferiu para a Região e a Autarquia do Funchal mais de 300 milhões de euros. Ouviram bem?! O Senhor Eng. Pinto de Sousa criou um programa para "safar" a Região e a Câmara do Funchal de um problema grave de tesouraria injectando milhões de euros.
Em terceio lugar, o que é interessante no tratamento deste facto é que a nossa estimada e "bem comportada" RTP M trata este tema no sentido inverso: para ela a CMF (e já agora a Região gerida por AJJ) por ficar com 80% de um programa de emergência financeira é uma noticia positiva. É mentira, é propaganda, é má fé, é frete, é desonestidade, é falta de ética, é uma pouca vergonha. E já agora quem quiser que ponha o "barrete da responsabilidade" por este tratamento. Na verdade, o que está em causa é que o Funchal não tem condições de pagar os fornecedores, porque orçamentou mais despesas do que receitas prejudicando seriamente o sector privado e a economia local. Não fosse este programa, do PS e do GOVERNO DE SOCRATES, a situação poderia ser catastrófica.
Em quarto lugar, numa altura em que a autarquia do Funchal e o seu Presidente devia estar debaixo de fogo pelas responsabilidades na corrupção na CMF, a RTP faz estas "cocegas fofas e ternurentas" e limpa a imagem daqueles rapazes todos... Excelente serviço público Senhor Leonel.
Esta é a pura realidade. Sejam decentes. Pelo menos procurem a verdade. É o mínimo esperado...

3 comentários:

Anónimo disse...

Mas porque é que não denuncia tudo isto á adminsitração da rtp e procura saber quanto é que tem custado ao erário publico os fretes a propósito do funchal 500 anos.É que não há dia sem calado na rtp-m.
Até pode fazer uma queixa na erc a tal que considera a estação mais plural de todo o mundo e arredores.

simplesmente disse...

concordo com as criticas e penso que nem a jornalista sabia muito bem o que estava a dizer.
Mas meu caro Carlos Pereira a responsabilidade da Direcção da RTP/M não é da responsabilidade do PS Nacional? Então porque não correm com o tal Sr Leonel? Será que não existem pessoas com mais competência?

Anónimo disse...

Então a Madeira pede um empréstimo para antecipar o pagamento de uma dívida (não é para nova despesa) e esse dinheiro é enviado pelo Sócrates? Que demagogia...
E sabe-se bem que o procedimento é viabilizado por que a CM Lisboa precisa dele...