segunda-feira, 23 de junho de 2008

Lembrando o que já disse..

A improvisação já não resolve o essencial dos problemas dos madeirenses. Apesar das tentativas, mais ou menos atabalhoadas, do PSD Madeira, em responsabilizar a República, qualquer que seja o problema e em qualquer circunstância, - mesmo que essa atitude roce o ridículo, o paradoxo e o “non sense” – esta postura apenas permite transformar o argumento mais gasto da politica madeirense e a desculpa mais esfarrapada da politica portuguesa, na confirmação mais óbvia do desnorte do PSD Madeira.

2 comentários:

amsf disse...

Essa actitude do PSD/M pode roçar o ridículo junto de uma minoria mas junto da maioria faz sentido. A realidade, a verdade não existe independentemente das pessoas, a realidade será aquilo que a maioria pensar até que a realidade lhes caia em cima. A realidade às vezes é muito lenta...

José Luís disse...

Parece-me que já não há rumo no governo regional,não percebo porquê que em relação ao tarifário da Tap,(enquanto se vai deitando as culpas á Républica) vemos no diário que o IDRAM ,negoceia com a Tap , viagens para os desportistas a preçoes especias (185 euros).Será que se negoceia conforme a "capelinha"?.Cumprimentos.