terça-feira, 21 de abril de 2009

Vergonhoso

O grupo Parlamentar do PSD chumbou mais uma Comissão de Inquérito. Desta vez foi uma para a análise e explicação sobre a antecipação (em 10 anos) da renovação do contrato de concessão de transporte de mercadoria e pessoas entre Madeira e Porto Santo (entregue sem concurso à Porto Santo Line). Ora, o grupo Parlamentar do PS Madeira não encontrou na resolução 1640/2006 do GR nenhuma razão objectiva para a antecipação da concessão e sua prorrogação por mais 10 anos (agora só acaba em 2025)!
Mais. A resolução aponta três falsas questões: em primeiro lugar, diz que era para evitar aumentos de tarifas decorrentes do aumento do preço do petróleo. Ora por incrível que pareça em 2008 houve 6 aumentos de taxa de combustível! Em segundo lugar, foi alegado na resolução a necessidade de equilíbrio financeiro. Ora pela análise das contas da Porto Santo Line e depois da apreciação da D&B verifica-se que a PSL é uma empresa sem risco e do ponto vista financeiro, em 11 132 empresas do sector, só 4 (é verdade, 4) estão melhor que a PSL e apenas 10 estão em iguais, sendo que as restantes estão piores. Assim também este argumento não é verdadeiro. A resolução diz ainda que a PSL havia cumprido o contrato até 2006. Outra mentira, porque o afretamento de embarcação para substituição chegou a não ocorrer prejudicando pessoas e mercadorias. Mesmo assim, o GR achou que a PSL merecia mais 20 anos de concessão sem concurso! Ainda por cima com isenção de taxas e libertando a empresa de ter responsabilidades financeiras com o afretamento...Mesmo com a Região a pagar 75% da embarcação, mesmo com estes senhores a fazerem o que querem, mesmo com a empresa a dar lucros anormais, o GR considera não haver lugar a concurso ou a uma alternativa para que os madeirenses paguem menos pelo transporte com o Porto Santo... Só a título de exemplo entre Canárias e Tenerife uma distância maior o preço é 3 vezes mais barato...Estamos entregues a esta gente...

2 comentários:

Scherzan disse...

Só uma pequena correcção. Quer dizer entre Gran Canaria e Tenerife.
A verdade é que os espanhóis têm impostos mais baixos e o combustível muito mais barato. Cerca de 4 a 50 cent. de diferença. No produto final, com certeza os preços serão muito diferentes. É certo que há um monopólio nojento, mas ainda há gente em piores condições. Tome-se o exemplo da rota entre a ilha das Flores e a ilha do Corvo onde apenas uma ida pode custar cerca de 40€. Note-se que a viagem dura apenas 45 min.
Eu não ficaria assustado com esta concessão. Mais tarde ou mais cedo haverá reconsiderações e alguém terá o bom senso de acabar com a palhaçada.

3RRR disse...

Honestamente pensei que o GR tinha pago os 100% do barco. E já agora, quanto custou?