quarta-feira, 22 de agosto de 2007

Falador mas...


Guilherme Silva é uma figura incontornável do Jardinismo. Recentemente veio a público dizer ser fundamental uma campanha de marketing de forma a melhorar a imagem da Madeira. Concordo com este deputado do PSD. É necessário fazer alguma coisa, e rapidamente, porque perdemos todos com a imagem que a Madeira e os madeirenses têm no continente. Contudo, queria lembrar a Guilherme Silva que a causa desta infeliz situação decorre da estratégia de permanente guerrilha institucional e afronta pessoal, de baixo nível e brejeiro, concretizada por AJJ. Aliás, o próprio Guilherme Silva é um dos co-responsáveis pela situação porque nunca se distanciou dos disparates e agressões pessoais que AJJ foi fazendo ao longo dos anos, com particular intensidade nos últimos dois. Por isso, no contexto actual, nem com marketing conseguimos resolver esta questão que ameaça ser crónica. Precisamos de uma nova estratégia de dialogo institucional e uma mudança definitiva dos protagonistas. AJJ já não é a solução é o problema. Além disso, do meu ponto de vista, Guilherme Silva separado de Alberto João Jardim não passa de um simples militante do PSD. Não tem a personalidade necessária para encetar um novo percurso que garanta uma necessária mudança de fundo.

1 comentário:

besoirar disse...

«Nunca se distanciou dos disparates e agressões pessoais que AJJ foi fazendo ao longo dos anos». Mais do isso, foi advogado de AJJ,em processos judiciais, onde defendeu o seu cliente, como pessoa ofendida por determinadas afirmações, em nada comparadas com os insultos e calúnias, de que são alvo todos aqueles (do PSD ou da oposição), que ousam pôr em causa as suas verdades absolutas.