sábado, 7 de março de 2009

Desviar as atenções II

Este considera, mostrando-se escandalizado(?!), que na Finlândia a política está refém dos negócios e das negociatas. Mas quando debaixo dos seus próprios olhos, com a ajuda do seu próprio PSD e do seu querido AJJ, prejudicando a sua terra e os seus conterrâneos, o escândalo da promiscuidade entre política e negócios é insuportável (portos, sociedade de desenvolvimento, lobie da construção com o líder parlamentar do PSD à cabeça,...) nem uma palavra, nem uma indignação...Está bonito!

1 comentário:

jctf disse...

Oh Carlos, o homem escreve para dentro do seu partido.
Não pense que ele escreve apenas para a população domesticada com que sempre está habituado a escrever. É aquela escrita do barramento de manteiga mas para consumo interno sempre na senda do bajulo fácil.
Ele sabe muito bem das enormes negociatas que se fazem nesta terra, começando pelas autarquias e acabando no governo regional e entidades afectas.
A diferença na analogia com a alegada situação da Nokia é apenas no finlandês.